Monday, 23 August 2010

Estrangeiros em Munique

Estou provisóriamente em um hotel no centro de Munique, perto da estação central (Hauptbahnhof) de trem, e fiquei impressionado com a quantidade de estrangeiros que eu observo por aqui. Já vi espanhóis, portugueses, suecos, angolanos, norte-americanos, e chamou a minha atenção a quantidade de islâmicos (em sua maioria turcos). Várias das coisas que li a respeito dos islâmicos eu observei por aqui:
  • você comprimenta as mulheres (sim tem islâmicos no hotel em que eu estou) e elas sequer olham para você, e muito menos te respondem
  • já presenciei por duas vezes o marido batento na esposa, uma no mercado e outra em frente ao semáforo
  • As mulheres estão sempre cobertas das cabeças aos pés, somente de fora as mãos e o rosto
  • Os homens costumam falar alto,e não é incomum vê-los em bando
  • Falam um alemão e inglês horríveis, é difícil compreende-los em ambos os idiomas
Quando estive na casa de meu amigo Pedro, que fica fora do centro de Munique(fica em Kirchheim), observei que o número de estrangeiros diminui sensívelmente, mas ainda não sei o motivo. Apenas sei que nessa parte do centro de Munique eu não tenho vontade nenhuma de morar.

3 comments:

  1. Oie!

    Pois é... Pelo que soube, mulheres muçulmanas não podem falar com outros homens. Minha irmã estudou com um Iraniano que disse ser inadmissivel na cultura deles... Até os próprios homens evitam contato com mulheres. Por diversas vezes, nos parques de diversão em que estive por aquelas bandas, quando me colocavam num brinquedo ao lado de um muçulmano, ele trocava de lugar com sua esposa ou uma das mulheres de seu grupo. Graças aos céus não vi nenhum idiota destes bater em uma mulher... Cultural ou não, eu morreria vendo uma cena destas. Por muito menos, voltei da viagem muito mais assustada e revoltada com esta religião do que antes... Mesmo vendo apenas a imagem corriqueira da mulher de burca e seus homens ridiculamente fashions (eles sabem combinar roupas de marcas famosas de forma bem cafona)... Agora imagina se eu vejo um espancamento destes?!?! Revoltante e muito triste! :-/

    ReplyDelete
  2. Sim tambem fiquei revoltado. Vendo certas coisas ao vivo aqui vejo que ao menos parte do que eu ja li é verdade. E eles (e oustros islâmicos que eu vi aqui) não fazem nenhum esforço para se integrar a cultura nenhuma, é impressionante.

    ReplyDelete
  3. acho que é mais fácil ver esses grupos em regiões bem centrais. aliás, é onde mais se vê imigrantes, pois é onde há mais tolerância. provavelmente eles não "se encaixaram" em outros bairros alemães...

    ReplyDelete

Divirta-se / Mach Spaß / Have fun :)