Monday, 26 July 2010

Somente uma palavra - Nur ein Wort

Wir Sind Helden lyrics - Nur ein Wort (video)


Ich sehe, dass du denkst
(eu vejo, o que você pensa)
Ich denke, dass du fühlst
(eu penso, o que você sente)
Ich fühle, dass du willst
(eu sinto, o que você quer)
Aber ich hör dich nicht, ich
(mas eu não escuto você, eu)

Hab mir ein Wörterbuch geliehen
(tenho um dicionário emprestado)
Dir A bis Z ins Ohr geschrien
(que você gritou de A à Z no meu ouvido)
Ich stapel tausend wirre Worte auf
(eu empilho milhares de palavras confusas)
Die dich am Ärmel ziehen
(te puxo pelas mangas)

Und wo du hingehen willst
(e para onde você que ir)
Ich häng an deinen Beinen
(eu me penduro em suas pernas)
Wenn du schon auf den Mund fallen musst
(se você já deve nos lábios cair)
Warum dann nicht auf meinen
(por que então não nos meus)


[Sprichwort](Refrão)
Oh bitte gib mir nur ein Oh
(Oh por favor me dê somente uma Oh)

Bitte gib mir nur ein Oh
(Oh por favor me dê somente uma Oh)
Bitte gib mir nur ein
(Oh por favor me dê somente uma)
Bitte bitte gib mir nur ein Oh
(Oh por favor por favor me dê somente uma Oh)
Bitte gib mir nur ein Oh
(Oh por favor me dê somente uma Oh)
Bitte gib mir nur ein Oh
(Oh por favor me dê somente uma Oh)
Bitte gib mir nur ein
(Oh por favor me dê somente uma)
Bitte bitte gib mir nur ein Wort
(por favor por favor me dê somente uma palavra)


Es ist verrückt, wie schön du schweigst
(é louco, mas como é bonito o seu silenciar)
Wie du dein hübsches Köpfchen neigst
(como sua linda cabeça se inclina)
Und so der ganzen lauten Welt und mir
(e então barulhento mundo e eu)
Die kalte Schulter zeigst
(mostramos o frio ombro)

Dein Schweigen ist dein Zelt
(seu silencio é sua tenda)
Du stellst es mitten in die Welt
(você o coloca no meio do mundo)
Spannst die Schnüre und staunst Stumm wenn
(a força para tocar os acordes está assustada e em silêncio)
Nachts ein Mädchen drüber fällt
(quando à noite uma menina lhe cai)


Zu deinen Füssen red ich mich
(e aos seus pés eu falo para mim mesmo)
Um Kopf und Kragen
(perto de sua cabçeca e gola)
Ich will in deine tiefen Wasser
(eu quero em suas águas profundas)
Große Wellen schlagen
(causar grandes ondas)


[Sprichwort](Refrão)

In meinem Blut werfen
(injetam no meu sangue)
Die Endorphine Blasen
(bolhas de endorfina)
Wenn hinter deinen stillen
(se atrás de sua saciedade)
Hasenaugen die Gedanken rasen
(estão olhos de coelho querendo correr)

[Sprichwort](Refrão)

Wednesday, 21 July 2010

Alguns mitos sobre a Alemanha

Me lembro de quanto estava no Brasil, várias pessoas (muitas delas nunca haviam ido para a Alemanha) me falaram diversas coisas sobre a Alemanha, que é isso, assim, assado, feio, bonito, etc.. Na minha experiência por aqui isso tudo que me foi tudo não consegui na prática, no dia a dia. Listo abaixo os pontos que eu observei por aqui:

1 - Os Alemães tratam os cachorros melhor do que as crianças: Vi aqui justamente o contrário, pais carinhosos, dando um tratamento às crianças muito parecido com o que eu via no Brasil. E das crianças que eu vi, poquíssimas fizeram, ou estavam fazendo escandalo e os pais nem aí, com eu via lá no Brasil. Aqui se os pais baterem nos filhos podem perder a guarda da criança e serem presos.

2 - Os Alemães são frios: Essa afirmação é muito relativa, depende da cultura, do país e etc.  Já vi aqui pessoas conversando, gargalhando na rua, casais se abraçando, se beijando, trocando carinhos, etc. Quando precisei de informações, ajuda as pessoas com quem eu falei foram educadas, algumas até muito simpáticas.


3 - Os Alemães são iguais à robôs: É bem verdade que os Alemães são muito metódicos, organizados e precisos, até o idioma deles reflete isso, mas não os percebo dessa maneira. Vi muitas coisa por aqui que são bastante  criativas, e eficientes.

4 - A carne na Alemanha é muito cara: O preço da carne é mais alto do que o preço dos outros alimentos, mas nada exagerado nem surreal. A maior variedade de carnes é a carne de porco. Encontra-se também galinha, carneiro.

Sunday, 18 July 2010

Munique, Baviera

Munique é uma cidade impar. Um grande centro político, cultural, tecnológico, histórico. Ao mesmo tempo preserva seus traços históricos, com casa, igrejas, prédios com séculos de existência, e prédios (não saõ altos) modernos, indústria de ponta, carros de última geração, transporte público organizado e eficiente. Apesar disso tudo vi aqui um grande contraste: o povo na baviera é muito convervador. Existe uma forte influência católica em no sul da Alemanha, nota-se isso através das numerosas igrejas que existem espalhadas por todo a cidade. Eu mesmo presenciei um casamento terminando (os noivos saindo da igreja) em aqui em Kirchheim, é um evento e tanto, a praça em frente a igreja estava tomada de pessoas, radiantes, festejando.
Essa mesma igreja tem um torre com um sino, o qual sete dias por semana, das 7 horas da manhã até as 22 horas da noite toce de 15 em quinze minutos. É um grande teste para a paciencia de qualquer pessoa. Depois de uma semana escutando o sino tocando, é difícil não ter vontade de destruir o sino.

Nos últimos dias tem feito muito calor por aqui (para os padrões europeus), cerca de 30°C, 32°C, e mesmo assim, com as pessoas derretendo e reclamando do calor, não vi ninguém sem camisa. Num desses dias quentes andei sem camisa na rua, e todo mundo ficou me olhando, fiquei impressionado, virei atração turísica por aqui para o povo daqui. Me controlei para não rir, continuei andando e olhando para frente. Também tive dificuldade de encontrar comida de outros países no mercado. Basicamente 95% da comida é daqui. Me parece que o povo bávaro não é muito simpático para as coisas que vem do exterior.
Realmente fiquei impressionado, como tantas coisas em Munique são tão avancadas, ao passo que existem outras ainda precisam evoluir tanto.

Me impressionou também o sistema de transporte público de Munique. O trem e metro tem uma malha gigante que cobre a cidade inteira, com 8 linhas de metro e 10 linhas de trem. Também existe a opção de usar ônibus ou bonde. Existem muitas opções de bilhetes. Cheguei a comentar sobre o sistema de transporte de Munique em posts passados, então não falerei muito sobre isso. Resumindo: o sistema de transporte é muito bom, tanto em extensão quanto pontualidade.

Um ponto importante que eu não poderia esquecer: Munique é uma cidade cara, para morar, para transporte, para comprar roupas, equipamentos esportivos. Quem trabalha na industria (areas de exatas, biológicas) costumam term bons salários ( € 50K, 60K, 70K por ano), então o dinheiro acaba não sendo um grande problema.

De uma maneira geral Munique tem os seus prós e contras como qualquer lugar,  mas é uma ótima cidade para se morar, com uma boa qualidade de vida, com empregos para quem tem nível universitário, e para os que adoram uma boa cerveja é um copo cheio (mas a cerveja é um assunto a parte que fica para outro post). :)

Thursday, 15 July 2010

Emigrar,ou ao menos tentar

Essa palavra significa muito além do que está no dicionário, significa muitas emoções, muitas coisas novas, em tão puco tempo. Deixar a família, a namorada, os amigos, as coisas já conhecidas para trás, é um grande e difícil passo. A quantidade de coisas novas, de informações informações a serem procressadas em tão pouco tempo e enorme. Nos momentos que passei sozinho, que tive que resolver uma série de coisas sozinho, foi extremamente difícil, é você e você somente. Algumas vezes me senti muito sozinho, chorei por não tem com quem conversar, por não conseguir desabafar. Eu penso que tudo isso me ajudou muito, a ver que eu tenho muito mais  capaz do que eu penso, a conseguir me superar nos momentos difíceis, e principalmente a ser mais humilde. Me surpreendo ao olhar para trás e ver em pouco tempo, o quanto eu mudei e a quantidade de coisas que eu fiz. Acho que mudei, possívelmente na direção de ser um homem melhor.

Friday, 9 July 2010

As diferenças - parte 2 - sistema de transporte

Ao andar por Berlin e Munique percebi que a maioria dos prédios não são altos. A maioria dos que eu vi não passam de seis andares, sendo horizontalmente  bem largos. Nas ruas em todos os locais tem ciclovia, a bicicleta é um meio de transporte muito utilizado, por pessoas de todas as idades, e tem muitos locais para parar a bicicleta e prende-la com uma tranca ou cadeado.

Uma surpresa agradável é poder ver que tanto o ciclista quando o pedestre são respeitados pelos motoristas no transito, você pedar tranquilo, e dificimente um morotista louco irá passar com o carro por cima de você.

Ciclovia e calçada lado a lado

O sistema de transporte é integrado. Compra-se o bilhete, e o mesmo é valido para para bonde, metro, ônibus e trem. Existem diversas opções de ticket, sendo que algumas delas são especialmente feitas para turistas, que podem conhecer a cidade gastando menos. As cidades são divididas em zonas ou aneis, dependendo da cidade e de sua topologia. Os bilhetes que são voltados para os moradores são divididos por zonas/anéis. No caso de Berlin a cidade é dividida em 3 zonas, A, B e C. No cado de Munique é dovodoa em anéis, sendo 16 anéis no total. Mais informações, nos sites das empresas que
administram: BVG (Berlin) e a MVV (Munique). No site da BVG tem a opção de idiomas em alemão e inglês, já no site da MVV tem as opções de alemão, inglês, francês, italiano e espanhol. Em ambas as cidades é tudo bem sinalizado, os mapas são bem feitos, tendo ao menos a opção de inglês como idioma, nas estações principais (geralmente as "hauptbahnhof" (estação principal)) tem atendimento ao cliente em inglês. Só se perder quem quiser se perder :).

Sinalização em Berlin. Dá pra alguém se perder desse jeito ?

No meu caso, tanto em Munique quanto Berlin, eu comprei o bilhete semanal, o qual dentro das zonas ou aneis que eu comprei eu posso utilizar o sistema de transporta quantas vezes eu precisar, no prazo de uma semana. Paga-se um preço fixo e não se preocupa-se mais com dinheito naquela semana.

Centro de Munique - mais sinalização e ônibus ao fundo

Os aeroportos também são servidos pelo sistema de transporte. Em Munique existem uma estação de trem dentro do areporto, e em Berlin no areoporto Tegel e possivel chegar através de ônibus, e no aeroporto Schonenfeld tem as opções de trem e ônibus (sim Berlin tem dois aeroportos :)).

Uma característica ótima do sistema de transporte alemão é que você sabe que horas o seu tranporte chega. Isso é informado através de placas (ônibus, bonde) ou de monitores (trem, metro). Até o momento só presenciei um atraso de três minutos do ônibus em Berlin.  Para quem gosta de pontualidade isso é uma característica muito bem vinda :).

Saturday, 3 July 2010

concatenando PDFs

Estava eu aqui precisando contatenar ("juntar" no popular), e depois de pesquisar um pouco encontrei uma possível solução (para Linux), que funcionou bem comigo:

pdfjam
http://www2.warwick.ac.uk/fac/sci/statistics/staff/academic/firth/software/pdfjam


A utilização é simples, basta abrir um terminal, ir para o diretório onde se encontram os arquivos a serem concatenados e digitaro seguintes comando:

pdfjoin fileA.pdf fileB.pdf --outfile fileC.pdf



Tão simples quanto isso, e funciona. As intruções para instalar no link acima.

How many hungry weasels could my body feed ?

How many hungry weasels could your body feed?

Created by Oatmeal

Friday, 2 July 2010

Realmente surreal...



Realmente surreal, e lamentável...

E ainda  acham ser capazes de sediar uma olimpíada. Não será bom para a imagem da cidade te tubulações de gás e/ou eletricidade explodindo e ferindo turistas.




Os gringos ainda sao muito ingênuos, ou seria melhor imprudentes, em fazer turismo no rio de janeiro. Espero que norte-americana tenha sobrevivido, e que processe o estado.